Buscar
  • classicrockbrazilblog

Quarta de Disco: At Fillmore East- Allman Brothers Band (1971)




A Allman Brothers Band tocou pela primeira vez as músicas do álbum Fillmore East em dezembro de 1969, abrindo para a banda Blood, Sweat & Tears por três noites. O promotor Bill Graham gostou bastante da banda e prometeu trabalhar com eles de volta em breve. Em janeiro de 1970, a banda abriu show para Buddy Guy e B.B. King no Fillmore West de San Francisco, e um mês depois no Fillmore East apoiando o Grateful Dead.


Segundo o biógrafo Alan Paul, "esses shows foram cruciais para estabelecer a banda e expô-la a um público mais amplo. Em 1970, Duane Allman disse ao DJ Ed Shane: "Você sabe, nós ficamos meio frustrados com os discos de estúdio, e eu acho que, consequentemente, nosso próximo álbum será uma gravação ao vivo".


No dia 11 de março de 1971, o Allman Brothers Band subiu ao palco do Fillmore East Theatre de Bill Graham, em Nova York, para o primeiro de uma série de shows que estão entre os mais celebrados da história do rock. Os Allmans nem deveriam ser a atração principal. Os cartazes impressos por Graham diziam: "Johnny Winter e Elvin Bishop Group. Atração extra adicionada: Allman Brothers. " No final da primeira noite, eles foram forçados a mudar a ordem dos cartazes impressos.


Ao longo de três noites, o Allman Brothers Band levou suas músicas ao limite e redefiniu o que significava improvisar no palco. A versão de quase 23 minutos de "Whipping Post", que encerrou a noite final em 13 de março de 1971, estabeleceu uma marca na tradição então recente do Southern Rock.


Mais do que apenas ser um marcador social, esses shows continuam sendo a melhor performance de rock ao vivo já gravada. Os músicos tocam como se estivessem dançando juntos, não apenas tocando rock and roll, e juntos fazem um verdadeiro espetáculo virtuoso.






Ao pensar sobre os Allman Brothers, At Fillmore East é um dos principais tesouros que nos vem à mente. O LP duplo é o mais tangível e autêntico da banda, dando a eles evolução artística e comercial, e este é o tipo de disco que você pode rodar diariamente que ainda vai encontrar algo novo que goste.


O impacto do registro continua a ser sentido. Em 2012, a Rolling Stone considerou At Fillmore East como o 49º maior álbum de todos os tempos.


Enquanto a maioria dos grandes álbuns de rock ao vivo são sobre energia, At Fillmore East é como uma ótima sessão de jazz ao vivo, onde o prazer vem da interação e do tocar dos músicos. Este álbum duplo original continua sendo o ápice dos Allmans e do Southern Rock em sua forma mais elástica, blues e jazzística.






Várias edições diferentes do At Fillmore East foram lançadas ao longo das últimas décadas, incluindo um conjunto de discos duplos, The Fillmore Concerts em 1992, e At Fillmore East Deluxe Edition, em 2003. Em 2014, as completas performances de Fillmore East foram lançadas em um set de seis discos: The 1971 Fillmore East Recordings.


É fácil entender por que o Fillmore East aparece em todas as conversas de "melhor álbum ao vivo de todos os tempos". Todos os muitos recursos dos blues-rockers do sul estão em exibição neste “rolo compressor” de 1971: os vocais e o órgão de Gregg Allman, as guitarras dinâmicas de Duane Allman e Dickey Betts, o ataque de dois bateristas sensacionais como Jaimoe e Butch Trucks. A combinação de força e sutileza da banda e seu domínio de fluxo e refluxo são notáveis.


Para nós havia um gênio no Allman Brothers e seu nome era Duane Allman. Ele não escrevia músicas e não era muito de cantar, mas era um grande líder na banda e o melhor guitarrista com slides do mundo.


Fillmore East é tipo do álbum que não dá pra morrer sem vivenciá-lo.




Bjos e Abraços!





Por Leo Martins e Rapha Falconi

0 visualização

©2019 by Classic Rock Brazil Store. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now