Buscar
  • classicrockbrazilblog

Quarta de Disco: Fleetwood Mac- Rumours (1977)





O disco de hoje é um clássico dos anos 70 que curtimos muito!

Rumours é um dos álbuns mais amados de todos os tempos. Cheio (do começo ao fim) de músicas incríveis, bonitas e cheias de emoção , o álbum é um produto do imenso e genuíno talento do grupo Fleetwood Mac.


Foi depois do décimo álbum e de muitas mudanças em sua formação para alcançar o sucesso comercial, que o Fleetwood Mac "chegou lá" com o lançamento homônimo de 1975. Este foi o primeiro álbum a apresentar os compositores e vocalistas Lindsey Buckingham e Stevie Nicks, que se juntaram à banda após a saída de Bob Welch. Aproveitando esse sucesso, a banda expandiu a mesma fórmula com seu décimo primeiro álbum, o Rumours, de 1977. Produzido pela banda junto com Ken Caillat e Richard Dashut, este álbum se tornaria não apenas o mais vendido da banda, mas um dos mais vendidos até aquele momento.


Grande parte do álbum foi gravada em uma pequena casinha em Sausalito na Califórnia. Embora o Rumours esteja repleto de pop / rock agradável, descontraído e melódico, a criação e produção do álbum foi tudo menos legal e constante.


Todos os cinco membros da banda, que incluíam dois casais , lutaram contra o rompimento de seus relacionamentos na época. Buckingham e Nicks estavam tendo um relacionamento com constantes conflitos. A outra principal escritora e tecladista da banda, Christine McVie, e o baixista John McVie se divorciaram depois de oito anos de casamento e se recusaram a falar um com o outro, exceto quando trabalhavam em músicas. O baterista Mick Fleetwood enfrentou problemas domésticos depois de descobrir que sua esposa teve um caso com seu melhor amigo. Mais tarde foi revelado que Mick Fleetwood e Nicks começaram um relacionamento por volta dessa mesma época.


Além disso, houve muita invasão da imprensa na vida dos membros, bem como rumores infundados (dando o nome ao álbum). Essa situação estressante e conflitos internos influenciaram muitas das letras do álbum, mas, para o crédito da banda, estes conflitos não afetaram negativamente a qualidade do álbum ou da sua produção.






O álbum tem harmonias de alta qualidade entre três vocalistas e foi inspirado em muitos gêneros diferentes. Buckingham se encarregou da direção musical. Durante as primeiras etapas de criação das composições, Buckingham e Christine McVie tocaram guitarra e piano juntos para criar as estruturas musicais básicas. Eles foram unidos pela seção rítmica de Fleetwood e John McVie, que foram os últimos membros remanescentes da banda de blues original que foi formada no final dos anos 1960.


O objetivo da banda e de seus produtores era ter um produto final onde todas as músicas pudessem ter o potencial de ser um hit único ou de rádio. Eles chegariam notavelmente perto de atingir esse objetivo.






O lançamento do álbum foi extremamente atrasado, mas assim que chegou às lojas, foram vendidas 800.000 cópias em uma semana, tirando o álbum do grupo The Eagles- 'Hotel California do primeiro lugar. A partir daí, o Mac permaneceu no topo da Billboard 200 por 31 semanas, ganhou o Grammy de Álbum do Ano em 1978 e acabou vendendo mais de 40 milhões de cópias do disco.



A melancólica e complexa música “The Chain” originou-se de duas demos de Christine McVie e Stevie Nicks que foram fundidas. O ritmo é aumentado a partir de um solo de baixo de John McVie. "The Chain" é a única música do álbum, composta por todos os membros da banda, já que o resto das composições foram feitas

exclusivamente por um dos três principais escritores da banda.


"Go Your Own Way" é a música mais popular do álbum e foi escrita por Lindsey Buckingham. A letra da música oferece uma visão pessimista de seu complicado relacionamento com Stevie Nicks. Nicks ofereceu sua própria visão desse relacionamento em "Dreams", que viria a se tornar a única música número um da banda na Billboard.


Christine McVie compôs quatro músicas no Rumours, começando com o grande sucesso “Don´t Stop”, que se tornou uma das músicas exclusivas do Fleetwood Mac.







Mick Fleetwood considera o Rumours "o álbum mais importante que já fizeram”.

Rumours é um presente que continua sendo dado. O que foi um marco para uma geração tornou-se, com o tempo, uma obra-prima digna de análise detalhada! Um álbum que fez parte da vida de muitos e sem dúvida continuará fazendo.




Bjos e Abraços!





Por Leo Martins e Rapha Falconi

0 visualização

©2019 by Classic Rock Brazil Store. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now