Buscar
  • classicrockbrazilblog

Quarta de Disco: Martha Vélez- Fiends and Angels



LP Fiends & Angels- 1969 - US


Embora pareça controverso, alguns dos melhores álbuns da história do rock passaram despercebidos pelo público e acreditamos que "Fiends and Angels" é um deles.

Durante anos, este álbum tem sido um dos segredos mais bem guardados da cena do blues rock do final dos anos 60. Este fantástico e quase “ desconhecido” disco de blues-rock tem uma atração rara e incomum.

Com uma maravilhosa mistura da voz de Martha Vélez e o talento de alguns dos melhores músicos da Inglaterra na década de 60, fomos presenteados com uma obra única e excelente durante a Era de ouro do rock.



De descendência porto-riquenha, Martha Carmen Josefina Hernandez Vélez nasceu em Nova York, e deu seus primeiros passos na música como cantora de ópera , mais tarde se consolidou como membro de um grupo folk. Mas foi em 1969 que ela despontou , quando gravou este magnífico álbum, apoiada por um elenco virtuoso de músicos britânicos ( embora não creditados no álbum ) como Eric Clapton, Jack Bruce, Brian Auger, Mitch Mitchell, Jim Capaldi, Chris Wood, Stan Webb, Christine McVie, Spit James e Paul Kossoff. E assim um total de vinte componentes provenientes de bandas lendárias como Blind Faith, Traffic, Chicken Shack, Keff Hartley Band, e Free fizeram parte da história do álbum.



Eric Clapton, Martha Vélez e Paul Kossoff

"Fiends and Angels" apresenta onze canções sem desperdício, cheias de blues clássicos como "I’m gonna leave you", "A Fool For You" do Ray Charles, "In my Girlish Days", "Feel So Bad " ou como na popular " Let The Good Times Roll ".

Todos elas, com uma voz dura e escura, e um pouco de ar gótico, mas executadas com perfeição e exuberância.



Os solos de guitarra são ferozes na maioria das músicas e apesar de Clapton ter tocado em apenas quatro, ele é extremamente reconhecível no groove pesado de “Feel So Bad”, de Lightnin 'Hopkins, e em “I'm Gonna Leave You” (na nossa opinião as duas melhores faixas do álbum).



Em uma entrevista, o irmão de Martha, Jerry Vélez, um famoso percussionista, conta que conheceu Jimi Hendrix e que em pouco tempo uma boa amizade surgiu entre eles. Em julho de 1969, através de Mitch Mitchell, Martha foi convidada para visitar uma casa de campo que Hendrix alugou fora do Woodstock, e lá fizeram algumas apresentações e começaram a conversar sobre o álbum .


Martha comentou com Hendrix que havia acabado de gravar em Londres com Eric Clapton e Jack Bruce. Jimi Hendrix respondeu que ele tinha mesmo ouvido falar nisso e que parecia ser um álbum magnífico, e espontaneamente perguntou a Martha: “Você gostaria de atuar comigo em agosto no Festival de Woodstock? " surpreendida ela respondeu :" Não! Eu não estou preparada para isso... pra mim vc ( Hendrix ) está em outra estratosfera ". Ela relata em entrevista que este foi o maior arrependimento da vida dela, sua apresentação ao lado de Hendrix no Woodstock, definitivamente teria mudado o percurso da carreira dela.



Jimi Hendrix em sua performance no Woodstock em 1969

Esta talentosa artista nos deixou uma discografia curta, como este álbum maravilhoso, que em 2008 foi relançado com sucesso pela Wounded Bird Records e quase involuntariamente transformou-a em um disco de culto obrigatório ao blues rock.


A versão original em vinil de Fiends & Angels (1969) é uma das maiores jóias estimadas da época. Com 3 versões de capas, o álbum vai te surpreender do ínicio ao fim.




UK Release- 1969



UK Release- 1970



Se vc ainda não conhece este álbum, mergulhe de cabeça e perceba que no desconhecido moram verdadeiras pedras preciosas!




Bjos e Abraços!



Por Leo Martins e Rapha Falconi

0 visualização

©2019 by Classic Rock Brazil Store. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now