Buscar
  • classicrockbrazilblog

Quarta de Disco: The Beach Boys ‎– Pet Sounds (1966 )




Quando Brian Wilson decidiu criar “o melhor álbum de rock de todos os tempos” - o resultado foi algo muito maior do que ele projetava. Pet Sounds é um incrível álbum pop que abriu o caminho para o rock progressivo.


Pet Sounds nunca foi levado tão a sério como os outros álbuns de biografias de 1966, como o Blonde On Blonde de Bob Dylan ou o Revolver dos Beatles. Mas hoje, Pet Sounds é considerado não apenas o equivalente a esses registros, mas em alguns pontos, melhor.


Inicialmente, teve uma resposta crítica e comercial bem morna nos Estados Unidos, chegando ao número 10 na parada de álbuns da Billboard, abaixo dos álbuns anteriores da banda. No Reino Unido, o álbum foi aclamado pela crítica e alcançou o número 2 na lista dos 40 melhores álbuns do Reino Unido, permanecendo entre as dez primeiras posições por seis meses. Promovido como "o álbum pop mais progressivo de todos os tempos", Pet Sounds atraiu reconhecimento por suas ambiciosas gravações e música sofisticada. É amplamente considerado um dos álbuns mais influentes da história da música.


O álbum traçou um ambicioso roteiro para o futuro do rock. Pet Sounds, foi um ato sustentado de criação complexa, sendo uma parte do trabalho de ambição orquestral, e a outra parte do álbum proto-conceito.


Para transformar as sinfonias que tinha em sua cabeça em uma realidade deslumbrante, Brian Wilson fez dois movimentos cruciais. Em primeiro lugar, ele confiou a tarefa de traduzir suas idéias sobre a perda da inocência e a imponderabilidade da existência ao publicitário Tony Asher, redator publicitário e letrista. Em segundo lugar, ele contou com a ajuda dos músicos doThe Wrecking Crew, incluindo o guitarrista Glen Campbell e a baixista Carol Kaye, veteranos do Wall Of Sound de Phil Spector, com Wilson, de 23 anos, orquestrando as sessões.



Brian Wilson durante o processo de gravação de Pet Sounds

Os álbuns anteriores do Beach Boy também se baseavam em fortes imagens conceituais - o mundo dos sonhos do Surf, hastes com arame com tinta de metal e cuties curvilíneos espalhados pela escola (implicitamente suburbana e rica). Era música para crianças brancas; eles podiam se identificar com a veneração do status de lazer, que em 1963 foi o fruto mais maduro do sonho americano.


Mas o álbum Pet Sounds foi bem impactante, pois ninguém estava preparado para algo tão emotivo, tão adorável, algo que alguém tinha que pensar tanto. É de longe o melhor álbum que Brian já lançou. Paradoxalmente começou o declínio na popularidade da banda, coisa que ainda atormenta os membros até hoje.



Este álbum é uma impressionante mostra de composição, arranjo e vocalizações, quase que em perfeita execução. É o primeiro exemplo autoconsciente do álbum como uma declaração artística em si mesmo, além do que uma mera coleção de músicas, e um dos primeiros exemplos de um artista ou grupo usando o estúdio como um instrumento em si mesmo, em vez de apenas um meio de gravar e mixar músicas. É também um dos melhores exemplos desse método de produção de todos os tempos.



Abaixo o mini documentário / The Beach Boys - Pet Sounds 50th



Pet Sounds é um dos melhores álbuns já feitos e essencial em qualquer coleção de músicas.



Bjos e Abraços,



Por Leo Martins e Rapha Falconi.

125 visualizações

©2019 by Classic Rock Brazil Store. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now